Vigilância à Saúde apresenta redução no Índice de Infestação Predial em Mossoró

A Vigilância à Saúde reuniu o Comitê de Combate às Arboviroses com o objetivo de apresentar o Plano Municipal de Contingência para Mossoró . Na ocasião também foram discutidas ações conjuntas que serão desenvolvidas durante todo o ano de 2018, no sentido de diminuir o Índice de Infestação Predial (IIP) pelo Aedes aegypti e o número de casos notificados das arboviroses.

Durante apresentação, a Vigilância expôs os resultados do último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), que é uma verificação feita de forma amostral a fim de se chegar ao  Índice de Infestação Predial. O IIP é um indicador que mostra o percentual de casas com focos do mosquito e representa um alerta a possíveis epidemias das arboviroses.

O IIP realizado em março deste ano aponta resultado de 5,1%, sendo que esse índice estava em 7,9% no início de 2017. Essa diminuição é reflexo do trabalho árduo e do comprometimento da Vigilância à Saúde em reduzir esses números na cidade. O Ministério da Saúde recomenda que os municípios brasileiros mantenham esse percentual em 1%.

A Prefeita Rosalba Ciarlini fez questão de participar presencialmente desse encontro e reconheceu os esforços dos servidores em reduzir o Índice de Infestação Predial na cidade. Segundo Rosalba, toda equipe da Saúde está de parabéns pelo trabalho, mas que mesmo assim é preciso atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

“Há dois anos Mossoró foi palco de uma epidemia de arboviroses. Graças a Deus a realidade hoje é diferente, mas precisamos reforçar essa luta. Por isso eu vim aqui agradecer em nome de todos os mossoroenses pelo trabalho que a Vigilância à Saúde fez e lembrar que juntos conseguiremos ainda mais avanços”, destacou Rosalba.

A Prefeita afirmou ainda que lembrava que muitos agentes se dispuseram a trabalhar nos fins de semana ajudando o município a reduzir os números.

A Vigilância à Saúde vem trabalhando constantemente visando reduzir as arboviroses na cidade. Desde o início do ano passado que o órgão encampou uma bandeira de luta contínua, combatendo o mosquito transmissor Aedes aegypti. Os agentes de combate às endemias, juntamente com a equipe de Educação em Saúde do Centro de Controle de Zoonoses, percorreram as ruas da cidade, visitaram residências, participaram de rodas de conversas, visitaram escolas, ocuparam espaços públicos e recorreram à mídia local com a finalidade de conscientizar a população a respeito do papel fundamental que ela tem nessa luta. Também foi feito um trabalho rigoroso de educação, prevenção e eliminação de focos desses mosquitos.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou uma equipe de agentes de endemias que iniciou já no ano de 2018 os bloqueios de transmissão através da aplicação de inseticida com o uso de máquinas leves. Também realizou neste ano uma capacitação com todos os agentes de saúde que agora estão aptos a realizarem ações educativas em suas visitas diárias às residências, assim como a eliminação de focos em suas áreas de atuação.

1 Comentário

  1. Como servidor público municipal na área da saúde, mas principalmente como CIDADÃO venho contribuindo de forma voluntária no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zica vírus.
    Com muito esforço e coragem, fundei a ONG ACPT-Associação Cidadania Para Todos, cujos objetivos principais são: conscientização sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti; conscientização ambiental, conscientização sobre trânsito; inclusão digital; capacitação profissional; combate ao analfabetismo e incentivo à leitura.
    Recentemente, dia 14/07/2018 promovemos a primeira ação social oficial desta ONG, a MANHÃ DA CIDADANIA, onde disponibilizamos os seguintes serviços:Aferição da Pressão Arterial, Teste de Glicemia, Cortes de Cabelos, informações sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti.
    Para as crianças que compareceram distribuímos pipocas e refrigerantes,fizemos tudo isto sem um centavo de apoio financeiro de ninguém. Vamos continuar lutando pela comunidade, mesmo sem apoio financeiro e reconhecimento. Com certeza a recompensa vem de Deus.
    Se Deus permitir, agora no próximo dia 12 de deste mês faremos outra ação social.

    José Anatalício do Nascimeto
    Serv. Público Municipal
    Bel. Em Administração de Empresas
    Coord. do Projeto Impacto Dengue
    Coord. da Biblioteca Comunitária “Rei Salomão”
    Diretor da ONG ACPT-Assoc. Cidadania para Todos
    Contatos com a ACPT: E-MAIL: assoc.paratodos@outlook.com
    Tels: 84-9-8771-9827(OI) / 9-9683-0167(TIM)

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*