Prefeitura lança segunda etapa da campanha de vacinação contra Aftosa

 

Foi lançada na manhã desta terça-feira, 31, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa, no Centro de Exposição de Animais Armando Buá, Feira do Bode. Nesta edição, que começa no dia 6 de novembro, serão vacinados apenas os animais de 0 a 24 meses, por determinação do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN).
De acordo com a secretária executiva de Agricultura e Recursos Hídricos, Katherine Bezerra, a diminuição gradativa é para que o estado continue livre da Febre Aftosa. Em 2018, a primeira etapa retorna com a vacinação dos animais adultos. “Nós vacinamos até 25 animais, com imunização disponibilizada pelo município. Adquirimos dez mil doses de vacina, pois essa é uma ação essencial para todos, não só para os animais, mas para quem consome produtos de origem animal”, destacou.

DSC_0557
Na primeira etapa deste ano foram cerca de cinco mil animais vacinados, o que deixou Mossoró em primeiro lugar no Estado no alcance da vacinação.
O representante do IDIARN, Gilcílio Gameleira explicou que essa faixa etária corresponde a 36% do rebanho e que os demais devem fazer a declaração. “Se o produtor tiver todas as suas cabeças de gado acima de 24 meses, ele deve se responsabilizar por vacinar o seu gado e comparecer à sede do Idiarn para declarar que vacinou. O Estado precisa ser informado sobre a vacinação dos animais acima de 24 meses até 15 de dezembro”, explicou.
A prefeita Rosalba Ciarlini esteve no lançamento da campanha de vacinação e aproveitou para ouvir os produtores sobre a situação de suas comunidades. Alguns solicitaram ações como recuperação de estradas e poços. “Só este ano já pagamos mais de 70 mil reais em energia referente aos serviços da Zona Rural. Já passaram por manutenção mais de 75 poços, sendo destes cerca de 25 dessalinizadores, além do pagamento das dívidas deixadas pela gestão anterior. Começamos um trabalho de manutenção das estradas que deve passar por todas as comunidades antes do período chuvoso do próximo ano. Trabalhamos de forma a valorizar o homem do campo, pois sabemos de sua importância para a nossa vida”, disse.

DSC_0259

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*