Tamanho da fonte

 Educação
Segunda-feira - 31/05/2021

Programa Saúde na Escola conta com projeto que promove conscientização e orientação para alunos e famílias

Por: Adneison Severiano
Foto: Reprodução

A escola tem um papel que vai muito além de ensinar, atuando ainda na missão social importante nas vidas de alunos e famílias. O Programa Saúde na Escola (PSE) é uma das ações para fortalecer esse vínculo e levar orientações para o bem-estar da comunidade escolar desenvolvidas pela Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME).

O coordenador de Educação Física da SME, Rummening Marinho, o Programa Saúde na Escola tem por objetivo contribuir para o pleno desenvolvimento dos estudantes da rede pública de ensino da Educação Básica, por meio do fortalecimento das ações que integram as áreas da saúde e da educação no enfrentamento de vulnerabilidades, na ampliação do acesso aos serviços de saúde, na melhoria da qualidade de vida e no apoio dos processos formativos dos profissionais de saúde e de educação.

“Dentro do programa pode ser desenvolvido algumas ações. No total temos 13 ações a serem desenvolvidas. Dentro delas, nós temos saúde ambiental, saúde ocular, saúde bucal, saúde auditiva, prevenção à Covid-19, como também nós temos promoção da atividade física, entre outras. Todas as escolas e Unidades de Educação Infantil da rede municipal de Mossoró foram pactuadas dentro do Programa Saúde na Escola. A escola que aderiu ao programa ela deve ser vista de forma integral e como um dispositivo social de relação família e comunidade. É por isso que precisa-se reconhecer no programa que a escola deve ser inserida na rede de atenção primária, pois atenção à saúde dos estudantes não pode ser encerrada somente na escola”, destacou Rummening Marinho.

Projeto

A importância da prática de atividades físicas para fortalecimento da saúde e bem-estar dos alunos e familiares tem sido reforçada. Uma das iniciativas com esse foco é o Projeto “Construindo um futuro saudável: práticas de atividade física entre escola e família”, desenvolvido na Escola Municipal Raimundo Fernandes, no bairro Santo Antônio.

“A Escola Raimundo Fernandes está com projeto bastante interessante. Uma proposição que partiu da Secretaria Municipal de Educação para a escola desenvolver um programa de atividade física, dentro de uma das ações do Programa Saúde na Escola. A escola conta com professores responsáveis Tânia Turene, Francisca Patrícia e o professor que desenvolve o projeto Aurélio Segundo”, acrescentou coordenador de Educação Física da SME.

Com a pandemia da Covid-19, ações do projeto foram adaptadas para levar conscientização e informação sobre a importância dos exercícios e atividades físicas aos estudantes e pais. “É um projeto muito importante pensado e readaptado ao projeto que já existia na escola com nosso professor Aurélio Segundo. A gente readaptou esse projeto que era para comunidade em formato remoto”, explicou Patrícia Mesquita, diretora da E. M. Raimundo Fernandes.

Além de orientações e exercícios na prática, os professores contam com apoio de especialistas de saúde que levam dicas de alimentação saudável e esclarecem dúvidas em vídeos que são publicados nas redes sociais da escola, no canal da instituição no YouTube e abordados com alunos durante as atividades remotas.

“O projeto tem método educacional que vai vir da ludicidade através de palestras e de práticas de exercícios físicos voltados para cada faixa etária, trazendo a intervenção das doenças que causam o sedentarismo. É essa nossa proposta através desse projeto. sedentarismo que a gente vem vivenciado e pode ser considerado uma epidemia, pois o sedentarismo compromete cerca de 70% da população e é considerado pela Organização Mundial de Saúde o inimigo número um de saúde pública associada a 2 milhões de mortes ao ano. A importância de fortalecer as políticas públicas sobre a prevenção em saúde e sem menospreza as ações curativas do presente projeto da gente tem essa estratégia de integração social, entrelaçando com a prática regular de atividades físicas, trazendo a conscientização para os pais, os alunos, bem como os professores e o corpo da equipe da escola”, explicou Patrícia Mesquita.

 


Podcast Mais Mossoró





Deixe seu comentário


1 Comentário(s)


  • MARIA APARECIDA DA SILVA
    Projeto muito interessante. Parabéns a tod@s envolvidos nessa iniciativa.