Tamanho da fonte

19/10/2021 - Editado há 1 mês

Primeira edição do Papo Rural itinerante aborda escrituração zootécnica

Por: Edinaldo Moreno
Foto: Cedida

A comunidade Hipólito, na zona rural de Mossoró, recebeu no final de semana passado a primeira edição do “Papo Rural”. A equipe responsável pelo projeto abordou neste primeiro momento a escrituração zootécnica, que consiste no conjunto de práticas relacionadas às anotações da propriedade rural que possui atividade de exploração animal.

A ação idealizada pela Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural, que conta com apoio da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), contou com a participação de 15 agricultores.

“Conversamos a respeito da escrituração zootécnica. Nós mostramos alguns equipamentos e meios para fazer a escrituração zootécnica e ao final da parte educativa fomos aos currais do pessoal mostrar na prática como se faz essa escrituração zootécnica e dá dicas sobre as instalações”, explicou o veterinário responsável pela atividade, Ruan Paulino.

A escrituração zootécnica é uma ferramenta importante e consiste na coleta, processamento e armazenamento de dados referentes à produção pecuária realizada na fazenda. Com ela, é possível gerar informações para tomar decisões e elaborar estratégias efetivas em busca de melhor resultado técnico e financeiro.

“A gente distribuiu planilhas para eles começarem a fazer a questão da identificação dos animais, mostramos formas de como ele pode identificar esses animais como brincos, colares. Eles foram bem receptivos. Houve boa participação dos produtores. Eles compartilharam suas experiências. A gente foi orientando eles dentro da realidade de cada produtor”, complementou.

Ruan Paulino informou que o Papo Rural continuará na comunidade de Hipólito e o próximo tema será a importância de vacinar os animais na prevenção de doenças e controle estratégico de vermes.



Deixe seu comentário


0 Comentário(s)