Tamanho da fonte

09/04/2021

Prefeitura inicia mutirão de cirurgias de catarata para zerar fila de pacientes

Por: Maxmeio

Com o objetivo de zerar a fila por uma cirurgia oftalmológica de catarata, a Prefeitura de Mossoró deu início na manhã de hoje (9) no Hospital Geral de Olhos (HGO), ao mutirão atendimento dos pacientes que aguardavam pelo procedimento há meses e até há vários anos dentro de uma fila.

São pessoas como a aposentada Leonice Lopes de 75 anos de idade, que após uma espera de um ano e seis meses pela cirurgia foi contemplada e voltou a enxergar. "Eu estou muito feliz porque a espera foi muito longa e agora graças a iniciativa da Prefeitura de Mossoró, eu estou vendo tudo na minha frente. Só vim para fazer a avaliação", disse a aposentada moradora do Redenção.

O prefeito Allyson Bezerra afirma que o poder público está dando a destinação correta dos recursos públicos após intenso trabalho de planejamento para oportunizar o andamento dessas cirurgias eletivas.

"Em Mossoró, terra de Santa Luzia, existe uma fila de mais de duas mil pessoas que aguardam por uma cirurgia dessa. Elas estão quase cegas e sofrendo e nós enquanto gestão pública vamos resolver o problema desses pacientes investindo os recursos que são do povo em favor da saúde do povo, disse o prefeito.

Pessoas idosas formam a maioria na fila de espera. Foto: Célio Duarte (PMM)


O chefe do Executivo ressalta o esforço do município para viabilizar as cirurgias eletivas: "Nós trabalhamos muito em 3 meses de gestão para juntar os recursos, para enfrentar as burocracias e para anunciar à cidade de Mossoró que todos aqueles que estão na fila reprimida das cirurgias eletivas, que eles serão atendidos pelo mutirão pelo qual pretendemos acabar com essa fila do sofrimento", conclui o prefeito.

A secretária de Saúde, Morgana Dantas destaca a gratidão por conduzir o trabalho que renova a esperança dos pacientes em voltar a enxergar. "Nosso objetivo é zerar a fila de pacientes que esperam pela cirurgia de catarata e não vamos poupar esforços para atingir essa meta e garantir a saúde da visão das pessoas", disse.

Pacientes começam a ser atendidos pelas cirurgias eletivas de catarata pelo SUS, após longas esperas. Foto: Célio Duarte (PMM)