Tamanho da fonte

 Educação
Quarta-feira - 17/11/2021

IV Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino tem início nesta quinta

Por: Maricelio Almeida
Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

Tem início nesta quinta-feira (18) a IV Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino de Mossoró (FECIRME), reunindo mais de 60 projetos científicos desenvolvidos por alunos de 16 escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A Feira acontece no formato on-line, com exposição dos trabalhos em 10 salas virtuais. A programação segue até esta sexta-feira (19).

Os projetos que serão apresentados pelos alunos foram credenciados nas feiras de ciências realizadas nas escolas da rede no mês de outubro, como explica a professora Débora Praxedes, coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais da Secretaria Municipal de Educação (SME):

“Nós tivemos a etapa na feira das escolas, onde foram expostos mais de 80 projetos, sendo que 64 foram selecionados para a IV Fecirme, com várias temáticas importantes, relevantes para a sociedade atual, para o contexto que estamos vivenciando. São projetos que abordam temas como a inclusão, a questão de engenharias e o uso das novas tecnologias a favor do ensino”, pontuou a coordenadora.

                                                                        Foto: Wilson Moreno (Secom/PMM)

Após a etapa municipal, os projetos credenciados na IV Fecirme serão apresentados na Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, promovida em dezembro pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Na sequência, haverá também o credenciamento de projetos para a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE).

“Essa etapa da Fecirme é bastante significativa, porque o resultado dela será o credenciamento de 25 projetos dos nossos alunos para a Feira de Ciências do Semiárido realizada pela Ufersa e dois projetos com credenciais para a Febrace, que é uma feira nacional”, enfatiza o gerente executivo de Avaliação, Planejamento, Inovação e Tecnologia da SME, professor Hélio Oliveira.

“É um momento importantíssimo. Embora seja a IV Feira de Ciências da Rede é a primeira no formato on-line. A edição de 2020 foi suspensa justamente por conta da pandemia. E nós mostramos em 2021 que, sim, é possível realizar uma feira de ciências no formato virtual, uma vez que as aulas funcionaram bem no formato on-line, então o que estamos apresentando na Feira é o resultado de todo um trabalho desenvolvido durante todo o ano”, acrescenta a secretária de Educação, professora Hubeônia Alencar.

                                                                               Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

Nessa edição, a Fecirme conta com um incentivo a mais para promover o engajamento dos alunos em relação à ciência, a partir de um projeto aprovado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): o “Feira de Ciências no contexto do Semiárido”, que tem abrangência municipal e concederá aos três alunos da equipe do primeiro lugar na Fecirme uma bolsa de R$ 100 mensais, durante seis meses.

E para 2022, um novo projeto também já foi aprovado junto ao CNPq, como destaca a secretária Hubeônia Alencar. “A Feira mobiliza toda a comunidade, especialmente, professores e alunos num ambiente de interação e construção. Ter acesso ao resultado da proposta cadastrada pela SME e saber que ela foi aprovada, tendo sido muito bem avaliada, é muito significativo nesta semana que culminamos com a realização da IV Fecirme, a primeira no formato virtual”, concluiu.




Deixe seu comentário


0 Comentário(s)