Tamanho da fonte

 Educação
Sexta-feira - 19/11/2021

IV Fecirme consolida incentivo ao conhecimento científico na Educação Básica

Por: Maricelio Almeida
Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

A IV edição da Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino de Mossoró (FECIRME) chegou ao fim nesta sexta-feira (19), consolidando o incentivo ao conhecimento científico na Educação Básica, por meio do desenvolvimento e exposição de mais de 60 projetos idealizados por alunos do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental, em um trabalho integrado e alinhado com professores orientadores, diretores, supervisores e equipe gestora da Secretaria Municipal de Educação (SME).

A etapa municipal da Fecirme aconteceu nesta quinta (18) e sexta-feira (19), de forma on-line, em 10 salas virtuais. Pela primeira vez a rede municipal de ensino realizou uma Feira de Ciências nesse formato. O resultado alcançado pelos alunos comprova o acerto da SME em desenvolver a programação, mesmo em uma versão não presencial.

"A IV Fecirme, realizada pela primeira vez no formato virtual, foi concretizada com sucesso. Nossa gratidão aos alunos, professores orientadores, articuladores de cada escola, supervisores, gestores, como também a nossa Comissão Coordenadora e aos Grupos de Trabalho que se dedicaram e se empenharam na concretização desse grande evento. A consolidação da Fecirme vem nos mostrando a importância cada vez maior de promover o conhecimento científico na Educação Básica", destacou a professora Débora Praxedes, coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais e Educação de Johnson e Adultos (EJA) da SME.

Para os estudantes que participaram da feira, o conhecimento adquirido no processo de elaboração dos trabalhos é um dos principais legados da Fecirme. “Foi muito bom participar. Foi muito gratificante, porque meu projeto foi valorizado. A Fecirme em si é um projeto muito bom, pois faz com que os alunos tenham a oportunidade de apresentar suas ideias", relatou Moisés Guedes, aluno do 9º ano da Escola Municipal Professor Antônio Fagundes.

“Foi muito bom participar da Feira de Ciências, porque eu adquiri uma experiência melhor de apresentar projeto. Só tive benefícios. Consegui interagir melhor com os colegas”, disse Guilherme Cauã, também aluno da Escola Antônio Fagundes. “Foi muito interessante para a aprendizagem conhecer os outros projetos, dos outros alunos, entender porque eles escolheram esse projeto e porque a gente escolheu o nosso projeto também”, afirmou a aluna Rayssa Victória.

“A avaliação que fazemos é que tudo foi concluído com sucesso, conforme a nossa expectativa, o nosso planejamento. No início, os alunos estavam um pouco nervosos, mas a equipe da Fecirme sempre passando tranquilidade para eles, incentivando e isso foi muito importante para que eles conseguissem, de fato, apresentar a proposta que trabalharam tanto tempo”, complementou Rita Fonseca, orientadora de projetos e diretora da Escola Antônio Fagundes.

A secretária municipal de Educação, professora Hubeônia Alencar, lembra que o sucesso da feira é reflexo de um trabalho construído ao longo de todo o ano na rede municipal. "O mais interessante deste processo é exatamente o fato de os trabalhos serem resultado das práticas pedagógicas desenvolvidas durante o ano letivo de 2021. É muito interessante também a participação da comunidade, e aí nós contamos e registramos a participação não só dos alunos, mas das famílias assistindo as apresentações e de toda a comunidade escolar. Embora seja a IV Fecirme, é a primeira no formato on-line. Nós conseguimos fazer com que em a feira acontecesse mesmo no momento de aulas on-line, o que não aconteceu em 2020, por exemplo", pontuou a secretária.

Hubeônia Alencar enfatiza ainda o reconhecimento obtido pela Secretaria de Educação junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, que aprovou proposta apresentada SME para financiamento, em 2022, de ações de pesquisa, elaboração de projetos e concessão de bolsas a alunos através da Fecirme. "Coroamos este momento de finalização da IV Fecirme com a notícia de que tivemos o projeto da Feira de Ciências para 2022 já aprovado pelo CNPq, isso é muito significativo, pois é o reconhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do projeto que é a Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino", concluiu.




Deixe seu comentário


1 Comentário(s)


  • Maria Josemar de Araújo
    IV FECIRME promoveu momentos ricos de interação e aprendizagem. Parabéns à todos envolvidos. Parabéns à nossos jovens pesquisadores.