Tamanho da fonte

17/05/2021

Dia D da campanha 18 de maio terá capacitação, abordagens em UBSs e lives

Por: Edinaldo Moreno Foto: Célio Duarte/PMM

O Dia D da campanha 18 de maio em Mossoró nesta terça-feira, 18, terá atividades voltadas para os profissionais da assistência social, abordagem social em unidades básicas de saúde e lives discutindo a importância da campanha contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

A coordenadora do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Laura Pollyanna, explica que pela manhã haverá uma capacitação onde os profissionais da assistência social discutirá a importância do trabalho conjunto e uma live do Conselho Tutelar abordando a campanha.

“Amanhã (terça-feira) nós iniciaremos nossas atividades com a capacitação voltada para os profissionais da assistência social discutindo a importância do trabalho em rede na questão do fluxo de atendimento a criança e ao adolescente que é vítima de abuso ou exploração sexual. Pela manhã ainda vai ter uma live do Conselho Tutelar também falando sobre a campanha. Inclusive na capacitação da manhã teremos participação de profissionais da assistência do município de Itaú.”.

Laura Pollyana conta que as atividades também serão realizadas no período da tarde e noite. No período vespertino haverá uma abordagem social em postos de saúde do município na zona urbana e a noite profissionais do CREAS discutirá a importância dos meios de denúncia contra a violência diante de crianças e adolescentes estarem num mesmo canal.

“A tarde nós teremos umas abordagens em parceria com as unidades básicas de saúde. Haverá fixação de cartazes e orientação não só para os profissionais da saúde, mas também aos usuários que estarão nos postos de saúde. A noite teremos também uma live com os profissionais do CREAS discutindo a questão da importância de fundir os meios de denúncia do combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”.

A coordenadora do CREAS ressalta que a campanha tem sido muito produtiva. “Tem sido muito produtivo o que já foi executado durante esse mês de maio. As abordagens sociais junto aos mercados públicos, a fixação de cartazes no Centro da cidade e também as visitas feitas nas casas de drinks, nos postos de combustíveis. Foi bem produtivo. Foi bem difundido para os proprietários desses estabelecimentos e para a comunidade de forma geral a importância de combate ao abuso e exploração sexual”.

A violência sexual praticada contra crianças e adolescentes é uma violação dos Direitos Humanos, em especial do direito a vivência sadia da sexualidade. A campanha em Mossoró foi lançada na última sexta-feira, 7.

O dia 18 de maio foi instituído, pela Lei Federal nº 9.970/00 como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. A data foi escolhida por ser o dia da morte da menina Araceli Santos, vítima de sequestro, estupro e assassinato em 1973, em Vitória, Espírito Santo. A menina que tinha oito anos foi espancada, violentada e assassinada e os culpados pelo crime não foram punidos.