Tamanho da fonte

 Educação
Segunda-feira - 20/12/2021

Alunos da rede municipal se destacam em Feira de Ciências do Semiárido

Por: Maricelio Almeida
Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

Na última quinta-feira (16), mais de 60 alunos da rede municipal de ensino de Mossoró apresentaram, em formato on-line, 25 projetos na XI Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, evento promovido pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). No sábado (18), a organização do evento divulgou a relação dos projetos premiados, destacando pelo menos quatro expostos pelos estudantes da rede municipal.

Os trabalhos foram selecionados durante a última etapa da IV Feira Municipal de Ciências da Rede Municipal de Ensino de Mossoró (FECIRME), ocorrida, de forma virtual, nos dias 18 e 19 de novembro. Receberam menção de destaque os projetos “O jogo e a contação de histórias como metodologia nas aulas remotas para crianças com deficiência”, da Escola Municipal Professor Maurício de Oliveira (Categoria Criatividade e Inovação); “Cartas da Matemática”, do Colégio Evangélico (Categoria Ciências Exatas e da Terra); “TEA: lidando com as dificuldades”, também do Colégio Evangélico (Categoria Ciências Sociais Aplicada), além do projeto “Bioplástico”, da Escola Marineide Pereira da Cunha (Categoria Ciências Júnior).

“O excelente resultado dos projetos que envolvem as escolas da rede municipal na XI Feira de Ciências do Semiárido Potiguar é reflexo de um maravilhoso trabalho realizado ao longo do ano, repleto de muita dedicação e empenho de nossos alunos, professores orientadores, articuladores, supervisores e gestores das escolas, como também de toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação”, destaca a professora Débora Praxedes, coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais e Educação Jovens e Adultos (EJA).

A Feira de Ciências da Ufersa tem como objetivo criar oportunidade para que estudantes do Ensino Fundamental possam mostrar seu potencial investigativo e inventivo nas mais diversas áreas do conhecimento, usando a metodologia científica. Ao todo foram 234 trabalhos científicos apresentados por estudantes de escolas públicas de várias regiões do Estado.




Deixe seu comentário


0 Comentário(s)