Mossoró segue há 10 dias consecutivos com leitos de UTI covid-19 disponíveis; hoje 15 estão livres

A cidade de Mossoró está há 10 dias consecutivos com leitos de UTI covid-19 disponíveis à população que venha a necessitar de alguma internação provocada pelo novo coronavírus. A notícia é animadora, mas não significa que a cidade está livre da covid-19. A Prefeitura de Mossoró está intensificando mais uma vez o pedido para que os mossoroenses se cuidem, continuem cumprindo as medidas preventivas de segurança da covid e que não subestimem a pandemia. Caso contrário é possível que o Município enfrente lotações em hospitais e filas de espera em leitos de UTI.

De acordo com dados da Central de Leitos de Mossoró, na noite desta terça-feira (21), a cidade conta com 15 leitos de UTI e 13 leitos clínicos disponíveis dos 108 leitos hospitalares (63 UTI e 45 Clínicos) regulados por Mossoró. Dos 48 leitos de UTI ocupados, apenas 18 são de pessoas de Mossoró e 30 de outras cidades.

A cidade de Assu está com uma situação preocupante em relação ao número de internados em Mossoró. São 19 pessoas (12 em UTI e 7 em Leitos Clínicos) de Assu recebendo assistência da covid-19 na capital do Oeste Potiguar. Outras 18 cidades também estão com pacientes em leitos hospitalares de Mossoró.

OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COVID-19 (21/07/2020)

Leitos Ocupados: 48 (18 de Mossoró e 30 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 15

Ocupação UTI por cidade: 18 de pessoas de Mossoró, 12 de Assu, 2 de Upanema, 2 de Janduís, 2 de Baraúna, 1 de Natal, 1 de Angicos, 1 de Tibau, 1 de Ipanguaçu, 1 de Apodi, 1 de Grossos, 1 de Lajes, 1 de Severiano Melo, 1 de Tenente Ananias, 1 de Alto do Rodrigues, 1 de Pendências.

OCUPAÇÃO DE LEITOS CLÍNICOS COVID-19 (21/07/2020)

Leitos Ocupados: 32 (16 de Mossoró e 16 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 13

Ocupação UTI por cidade: 16 de Mossoró, 7 de Assu, 1 de Afonso Bezerra, 1 de Pendências, 1 de Ipanguaçu, 1 de Upanema, 1 de Serra do Mel, 1 de Janduís, 1 de Angicos, 1 de Carnaubais, 1 Fernando Pedroza.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*