Mossoró se mobiliza na prevenção ao suicídio

Com o tema “Luz para Vida”, a Prefeitura de Mossoró realiza neste domingo (2), a abertura oficial da campanha nacional Setembro Amarelo, que alerta sobre o suicídio. O evento acontece na Avenida Rio Branco, às 17 horas, com a realização de uma caminhada. Além disso, serão realizadas atividades físicas e atendimentos de saúde.

Este ano, as entidades de ensino superior foram convidadas para unirem esforços junto às secretarias municipais de Desenvolvimento Social, Saúde, Educação e Esporte. O objetivo é intensificar as atividades em torno desse tema que vitima cerca de 11 mil pessoas por ano, no país, de acordo com dados do Ministério da Saúde. “As ações de prevenção e orientação ao suicídio acontecem durante todo o ano, mas aproveitamos o mês da campanha nacional para sensibilizar toda a sociedade em torno desse assunto”, comentou Karenine Fernandes, coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS AD e membro do comitê do Setembro Amarelo.

Uma das entidades que abraçou o movimento, a Universidade Potiguar – UNP – estará presente na Avenida Rio Branco neste domingo (2) com o projeto Saúde na Praça. A partir das 16 horas, estudantes de Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição e Serviço Social vão oferecer serviços de saúde. Também serão realizados campeonato de futsal, na Praça de Esportes; contação de histórias realizada pelos alunos do curso de Pedagogia e de Enfermagem da UNP; aulão de dança e apresentação musical com Deivyd e Aline.

Na segunda-feira (3), as 8 horas, a campanha segue com uma caminhada realizada pelos pacientes do Centro de Atenção Psicossocial -CAPS AD. Na terça  (4) acontece o projeto Um olhar e uma escuta. “O tema também será intensificado nas Unidades Básicas de Saúde”, frisa Karenine.

A Rede Municipal de Ensino também terá uma programação de atividades envolvendo professores, supervisores, diretores e estudantes de nível Fundamental. Além disso, serão realizados plantões de atendimento nos Centros de Apoio Psicossociais – CAPS; mobilizações nas Universidades da cidade e treinamentos para os trabalhadores da Atenção Básica de Saúde e dos Centros de Referência em Assistência Social – CRAS e nos Centros de Referência Especializado em Assistência Social – CREAS.

Durante todo o mês de setembro, serão realizadas atividades físicas, atendimentos de saúde, palestras e capacitações por órgãos municipais e entidades de educação e saúde.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*