CAPS AD III inicia retomada gradativa de atividades em grupo com público externo

O Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (CAPS AD III) iniciou na manhã desta terça-feira (04) a retomada gradativa das atividades em grupos de pacientes externos que são atendidos na instituição de saúde. Desde o início da pandemia do novo coronavírus que o CAPS AD III suspendeu as atividades em grupo, visando preservar a saúde dos usuários atendidos, mas continuou com os atendimentos ambulatoriais e de entrega de medicamentos de forma individualizada.

A diretora do CAPS AD III, Karenine Fernandes, explicou que a manhã de hoje foi planejada por todos os profissionais, visando oportunizar um momento terapêutico e de acolhimento com os usuários externos. “Esses pacientes ficaram sendo assistidos na forma clínica, psiquiatra e psicológica, como também em suas medicações. No entanto eles não estavam podendo comparecer ao Caps AD 3 para atividades como roda de conversa, grupos de terapia ocupacional, atividades com educador físico e toda esse sistema que a gente trabalha com o paciente AD. Estamos retornando essas atividades de forma gradativa, observando cada passo. Então hoje nós fizemos uma reunião maior, na nossa área externa do CAPS.”, afirmou.

Karenine ainda explicou como vai funcionar a inserção dos pacientes externos nas atividades coletivas dentro do CAPS AD III. “Nossa intenção é pegar de quatro em quatro pacientes e ir introduzindo aos grupos, também para que não se misturem com os pacientes que estão internados, para que não haja possível contaminação. Inclusive nossos pacientes que estão internados foram testados antes de entrar.”, disse a diretora.

Alcedir Gabriel, psicológico do CAPS AD III, também destacou a importância desse tipo de atendimento. “Com a pandemia a gente tem que se reinventar o tempo inteiro. A saúde mental é uma área da saúde que não pode parar. Nós continuamos nossos atendimentos ambulatoriais de forma individual, respeitando todas as normas e regras, só que há sempre uma demanda constate que solicita da instituição esse atendimento.”, destacou o psicólogo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*