Boletim epidemiológico da SESAP aponta que RN tem 14 casos confirmados do novo coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESAP) confirmou mais um caso do novo coronavírus no RN. Segundo boletim divulgado, o novo caso é de uma mulher, de 29 anos, que mora em Parnamirim, possui histórico de viagem a Fortaleza e teve contato com estrangeiros. O Estado conta agora com 14 casos confirmados do Covid-19. Nove são de Natal, quatro de Parnamirim e apenas um de Mossoró. A SESAP informou que deve publicar ainda hoje um novo boletim epidemiológico.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, Mossoró conta com 90 casos notificados do Covid-19. Um caso notificado não significa caso confirmado, mas sim um indício que pode ser suspeito do coronavírus, de acordo com classificação do Ministério da Saúde.

A secretária de Saúde de Mossoró, Saudade Azevedo, afirma que o momento não é para pânico mas sim preocupação. Ela afirma também que a Prefeitura vem tratando o assunto com total seriedade na cidade. “Não existe motivo para pânico, mas existe motivo para preocupação. Existe motivo para acreditar que pode acontecer conosco. Devemos tomar os cuidados necessários que todos já conhecem e seguir as orientações do Ministério da Saúde.”, disse.

Saudade ainda falou um pouco do trabalho que o Município vem fazendo desde o começo do ano para evitar contaminações na cidade. “A Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria de Saúde, está nas ruas. Nossos agentes agentes de endemias estão ajudando não só a sobre o Covid-19, mas também sobre as arboviroses que causam dengue, zika e chikungunya. O Município vai fazer barreiras sanitárias, que evita possíveis contaminações de pessoas que estejam doentes. A Vigilância Sanitária, junto com os órgãos de segurança, está nas ruas, visitando empresas, comércios e outros espaços pedindo que as pessoas fiquem em casa. A melhor forma de combater essa pandemia é, nesse momento, ficando em casa.”, afirmou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*