Agosto Dourado: 1º Mamaço Virtual é realizado para valorizar e estimular o aleitamento materno

O mês de agosto é dedicado a valorização do aleitamento materno por meio das ações do Agosto Dourado. Como forma de estimular a amamentação a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Mossoró, realiza uma extensa programação. Durante todo o mês as Unidades Básicas de Saúde e as equipes da Estratégia de Saúde da Família estão promovendo ações de conscientização e apoio ao aleitamento materno.

Em decorrência da pandemia, a programação do Agosto Dourado realizada pela Secretaria de Saúde, contou com a oferta de cursos on-line sobre amamentação para profissionais da Estratégia de Saúde da Família. Outra ação realizada por meio das redes sociais foi a realização do 1º Mamaço Virtual, que marca a programação do Agosto Dourado e da Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM), desenvolvida em Mossoró. A nutricionista Ivana Moraes, de Apoio a Política de Alimentação e Nutrição da Secretaria de Saúde, explica que a ação consiste no compartilhamento de imagens do momento da amamentação ou textos que expressem apoio ao ato que contribui para a valorização da vida e do planeta.

“Estamos convidando todas as mulheres lactantes para participar do 1º Mamaço Virtual, marcando o perfil da Prefeitura Municipal de Mossoró no Instagram (@prefeiturademossoro), como forma de incentivar mães para a amamentação, formando uma corrente de amor em prol do Aleitamento Materno”

Ivana Moraes destaca que a amamentação traz inúmeros benefícios para a saúde da criança, evitando infecções, obesidade, mortes prematuras, além de influenciar no desenvolvimento da fala e da inteligência. O aleitamento também é importante para a saúde da mulher, já que reduz o risco de câncer de mama, de ovário e de útero, assim como o desenvolvimento de diabete tipo 2.

Os benefícios também podem se estendem ao meio ambiente. Este ano, por exemplo, a Semana Mundial do Aleitamento Materno – SMAM 2020 tem como tema central “Apoie a amamentação por um planeta mais saudável”. “Amamentando a mulher contribui para a diminuição do aquecimento global, a poluição e a desertificação, diminuindo os impactos de agentes agressivos ao meio ambiente”, enfatiza.

Em relação ao novo coronavírus (COVID-19), a especialista afirma que estudos apontam que a doença não se transmite por meio do aleitamento materno. “Um estudo recente da Escola de Medicina em Nova York, detectou que o leite de mulheres infectadas pelo novo coronavírus tem uma maior quantidade de IGA, que tem o potencial de proteger os tecidos respiratórios, no entanto muitos testes estão sendo realizados para comprovar o uso do leite materno na prevenção da COVID-19.

A UBS Sinharinha Borges, do bairro Barrocas, por exemplo, como forma de incentivar o aleitamento materno criou um Cantinho da Amamentação, espaço destinado para as usuárias amamentarem seus filhos e além de receberem orientações sobre a importância do aleitamento materno.

Outra ação da Campanha Agosto Dourado visa o incentivo às doações de leite materno para o Banco de Leite Humano de Mossoró, que teve redução de estoque em decorrência a pandemia do novo coronavírus. A doação de leite é uma campanha nacional promovida pelo Ministério da Saúde.

As lactantes interessadas em contribuir para a campanha podem entrar em contato com a profissional responsável pelo Banco de Leite Humano, Patrícia Minnelli, por meio do telefone (84) 98858-5458, que serão orientadas sobre como conservar o leite a ser doado e agendar um dia para a equipe do órgão recolher a doação em sua residência.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*