#Seminário apresenta resultados de medidas socioeducativas

  • Seminário apresenta resultados de medidas socioeducativas

    Secom
    Fotografia: Gildo Bento
    | Desenvolvimento Social e Juventude

    O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) realizou um encontro para apresentar as experiências exitosas da execução das Medidas Socioeducativas de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) e Liberdade Assistida (LA) desenvolvidas por adolescentes que cometeram ato infracional. A reunião aconteceu nesta quinta-feira, 6, no auditório da Biblioteca Ney Pontes.

    As medidas socioeducativas são aplicáveis aos adolescentes autores de atos infracionais, previstas no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). Elas apresentam um caráter educativo e não punitivo, mesmo configurando resposta à prática de um ato infracional. O principal objetivo é educar e reinserir o adolescente na sociedade.

    O II Seminário de Mobilização Institucional para Execução da Medida Socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade de Mossoró aconteceu em parceria com a Universidade Potiguar (UNP) e Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

    A secretária do Desenvolvimento Social de Juventude, Irenice de Fátima, informa que aproximadamente 90 adolescentes estão cumprindo medidas socioeducativas através do CREAS. O Centro, juntamente com equipe de profissionais e estagiários, é responsável pelo acompanhamento dos jovens.

    “O CREAS e a equipe acompanham esses adolescentes e buscam parcerias com empresas públicas e privadas para a execução das medidas. Estamos apresentando belos exemplos neste seminário para mostrar a importância desta ação na ressocialização dessas pessoas e a necessidade das empresas aderirem à iniciativa”, explicou a secretária.

    Irenice de Fátima destacou ainda a relevância das universidades e estagiários para a obtenção desses resultados positivos. “Os nossos estagiários exercem papel fundamental para que o CREAS possa oportunizar a reinserção social desses adolescentes”, concluiu.

    O encontro contou com a participação de profissionais e estudantes da UERN e UNP e servidores municipais.