#Blitz do Maio Amarelo faz trabalho educativo no Abolição III

  • Blitz do Maio Amarelo faz trabalho educativo no Abolição III

    Monalisa Cardoso
    Fotografia: Luciano Lellys
    | Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito

    As equipes da Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito realizaram hoje, 19, no Bairro Abolição III, uma blitz educativa dentro da programação do Maio Amarelo. As blitzen estão acontecendo todas as sextas-feiras do mês de maio, em locais diferentes da cidade.

    O secretário da pasta, Eliéser Girão, destacou que a intenção é que as blitzen continuem acontecendo nos outros meses do ano. “Mesmo sendo educativas, o que estamos percebendo é que tem muita gente desobedecendo os princípios básicos do trânsito”, destacou.

    De acordo com dados da Secretaria Executiva de Trânsito, as infrações têm aumentado nos últimos meses. “Metade das infrações percebidas são de estacionamento irregular. Um quarto das infrações do mês de abril foram por falta do uso do cinto de segurança. As infrações também podem ser percebidas pelas câmeras de monitoramento, que estão funcionando”, continuou Girão.

    A intenção das programações educativas do Maio Amarelo tem o objetivo de levar a conscientização às pessoas. “Não queremos multar, mas acima de tudo educar. Estamos tentando diminuir os dados das infrações com a conscientização da população”, afirmou o secretário.

    Marleon Pinheiro, motociclista que passava na via, recebeu orientação da blitz e destacou a importância do trabalho. “É difícil ver esse tipo de ação, mas ela é muito válida, para alertar. Tem que se tornar rotineira”, disse.

    A blitz contou com a participação da equipe do Samuzinho, agentes de trânsito, Guarda Civil Municipal, Departamento Nacional de Trânsito (DETRAN-RN) e Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

    A estudante do curso de Pedagogia da Uern, Elkislaine Almeida, estava acompanhando o trabalho para fazer um relatório acadêmico. “Observamos o trabalho da pedagoga da Secretaria nesta campanha, como atuação em um espaço não escolar, depois fazemos um relatório e apresentamos na universidade”, afirmou.

    A prefeita Rosalba Ciarlini esteve no local acompanhando o trabalho e falou sobre a preservação da vida. “Fazer um trabalho de prevenção como este, com a presença de crianças, de profissionais de vários segmentos é uma forma de alertar sobre o perigo de um trânsito sem responsabilidade, é uma forma de preservar vidas”, frisou.

    Além das blitzen, os trabalhos educativos seguem acontecendo durante todo o mês de maio nas escolas da rede pública e particular e em vários pontos da cidade.